CLDF quer instauração de investigação

Corregedoria apurará denúncias de possíveis desvios de finalidade de emenda orçamentária

A deputada Celina Leão, presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), assinou nesta segunda-feira (22), o memorando nº 290/2016 que pede a instauração de procedimento investigatória à Corregedoria da CLDF e pede providências. O documento enviado à Corregedoria explica que, em atenção às denúncias feitas pela deputada Liliane Roriz, sobre a destinação de crédito orçamentário para pagamento das UTIs, com a finalidade de apurar possíveis desvios de finalidade na utilização de emenda orçamentária.

“A presente solicitação deve-se ao fato de a emenda orçamentária ser de autoria da própria deputada Liliane Roriz e subscrita pelos demais membros da Mesa Diretora”, diz o memorando.
A presidente esclarece no documento que a devida apuração dos fatos permitirá zelar pelo decoro parlamentar, a ordem e a disciplina no âmbito da Casa, conforme os termos do Regimento Interno da CLDF.

Segundo Celina, trata-se de um pedido que tem de acontecer. “Passamos à Corregedoria da Casa para que ela proceda todas as investigações. Não temos medo de investigação. Já encaminhamos também vários documentos ao Ministério Público para que proceda as investigações, de forma que realmente seja confirmado tudo o que temos colocado: a tentativa de se desmoralizar o poder Legislativo. Estamos trabalhando com muita tranquilidade. Essa Casa tem de voltar à normalidade, porque a cidade precisa desta Casa”, esclareceu Celina.

A presidente da CLDF diz que está demonstrado para todo o mundo que temos problemas graves na cidade. “Estamos sem Polícia civil, com os servidores do metrô em greve há 60 dias, além de inúmeras casas estarem sendo derrubadas. Este poder, aqui, tem de estar de pé para cuidar da população do DF”, garantiu Celina.

Ascom da deputada Celina Leão

Deixe uma resposta